Mundo Últimas

Indonésia suspende vendas de xaropes após morte de quase 100 crianças

As autoridades da  Indonésia anunciaram a suspensão das vendas e das receitas de xaropes médicos após a morte de de quase 100 crianças por insuficiência renal aguda este ano.

A suspensão acontece após o início de uma investigação, na semana passada, sobre um aumento inexplicável desde o mês de agosto dos casos de insuficiência renal aguda pelas autoridades de saúde deste país do sudeste asiático.

Xaropes para tosse produzidos na Índia também foram relacionados recentemente às mortes de quase 70 crianças em Gâmbia, também por insuficiência renal aguda.

“Até o momento recebemos relatos de 206 casos em 20 províncias e 99 mortes”, disse o porta-voz do ministério da Saúde da Indonésia, Syahril Mansyur.

“Por precaução, o ministério pediu que os profissionais da saúde não prescrevam temporariamente remédios líquidos ou xaropes e pediu às farmácias que suspendam as vendas até que a investigação seja concluída”, acrescentou Mansyur.

Os casos da doença rara aumentaram a partir de agosto.

“Desde o fim de agosto de 2022, o ministério e a Associação de Pediatras recebem cada vez mais relatos de casos de insuficiência renal aguda. O aumento é muito expressivo”, disse o porta-voz.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) emitiu um alerta e recomendou a retirada do mercado de quatro xaropes contra a tosse e resfriado comum produzidos pelo laboratório indiano Maiden Pharmaceuticals, que “poderiam estar relacionados” com as mortes registradas em Gâmbia.

A agência de vigilância sanitária da Indonésia informou, no entanto, que os xaropes importados em Gâmbia não eram vendidos no país.

A maioria dos casos de insuficiência renal aguda notificados na Indonésia afeta crianças, a maioria com menos de 5 anos, segundo o ministério.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *