Mundo Mundo cinematográfico Mundo pop

10 séries da Netflix que ainda serão lançadas em 2022

Os últimos meses do ano ainda reservam novas produções da plataforma de streaming; entre lançamentos e continuações aguardadas estão Wandinha, 1899 e a sexta temporada de Elite

O ano de 2022 está acabando, mas o calendário de séries que serão lançados na Netflix ainda não. Até o mês de dezembro, o serviço de streaming deverá lançar em sua plataforma 15 produções, que vão desde as novas temporadas de Elite, Um de Nós Está Mentindo e Emily em Paris, até estreias aguardadas, como Wandinha, 1899 e o spin-off The Witcher: A Origem. Nesta lista você fica por dentro do que há de mais aguardado das produções da Netflix nas próximas semanas, com detalhes sobre sinopse, elenco, novidades e data de estreia.

1. Um de Nós Está Mentindo (2ª temporada, 16/11)

A série adaptada do livro homônimo de Karen M. McManus segue um estilo inicialmente similar ao do Clube dos Cinco: um grupo formado por cinco jovens com uma identidade própria fica de detenção na escola. A diferença é que um deles, o fofoqueiro Simon Kelleher (Mark McKenna), morre e resta saber qual dos alunos restantes está envolvido no crime: seria a cheerleader Addy Prentiss (Annalisa Cochrane), o atleta Cooper Clay (Chibuikem Uche), a nerd Bronwyn Rojas (Marianly Tejada) ou o traficante Nate Macauley (Cooper van Grootel)?

Um de Nós Está Mentindo teve lançamento no dia 7 de outubro de 2021, na plataforma Peacock (EUA) e no Brasil pela Netflix. Como a locadora vermelha tem um histórico de boas séries de conteúdo adolescente, vide Sex Education (2019 – presente), não demorou muito para que o público aprovasse a produção, bem como a crítica. O show tem nota de 6,8 no IMDb, metascore de 8.3 no Metacritic e 89% de aprovação dos críticos no Rotten Tomatoes, enquanto a avaliação da audiência está em 84%.

Após cinco alunos de uma escola irem para a detenção, um deles morre e instaura-se um mistério sobre o que ocorreu entre os alunos sobreviventes — Foto: Reprodução/JustWatch

Após cinco alunos de uma escola irem para a detenção, um deles morre e instaura-se um mistério sobre o que ocorreu entre os alunos sobreviventes — Foto: Reprodução/JustWatch

2. 1899 (1ª temporada, 17/11)

Após o fim da série alemã Dark (2017 – 2020), os criadores Jantje Friese e Baran bo Odar desenvolveram 1899, mais um título de mistério para a Netflix. No entanto, a trama atual tem foco no terror de época, ao invés da ficção científica, como era em Dark. O enredo mostra um navio repleto de imigrantes de múltiplas nacionalidades em direção à Nova Iorque. No meio do caminho, porém, eles dão de cara com outra embarcação à deriva no oceano que estava desaparecida há meses e esconde segredos perigosos aos navegantes.

Atores de diferentes partes da Europa estão no elenco de 1899, como o espanhol Miguel Bernardeau (Elite), o anglo-irlandês Ben Ashenden (Jurassic World), a inglesa Emily Beecham (Cruella), o alemão Andreas Pietschmann (Dark), os dinamarqueses Lucas Lynggaard Tønnesen (The Rain) e Clara Rosager (Morbius), e o português José Pimentão (Al Berto). Mesmo sem ter estreado no streaming, e até o momento sem resenhas da crítica, a série está na 38ª posição no ranking de popularidade do IMDb, em votação dos usuários.

Elenco de 1899, produção de época dos mesmos criadores de Dark. Na trama, uma tripulação multiétnica lida com os mistérios de um navio à deriva no oceano — Foto: Reprodução/JustWatch

Elenco de 1899, produção de época dos mesmos criadores de Dark. Na trama, uma tripulação multiétnica lida com os mistérios de um navio à deriva no oceano — Foto: Reprodução/JustWatch

3. Disque Amiga Para Matar (3ª temporada, 17/11)

Duas amigas entram em um grupo de apoio para superar a perda de seus cônjugues: Jen Harding (Christina Applegate), uma corretora cujo esposo foi atropelado, e Judy Hale (Linda Cardellini), que perdeu o marido vítima de um ataque cardíaco. Criação da roteirista Liz Feldman (One Big Happy), Disque Amiga Para Matar (2019 – presente) poderia ser um drama sobre perda e luto, não fosse as piadas controversas sobre situações vistas como dramáticas ou tenebrosas.

Depois de duas temporadas de muitas brigas, reconciliações e mais atropelamentos, Jen e Judy agora precisam estar mais unidas do que nunca após a polícia investigar a morte de Steve Wood (James Marsden), ex-marido de Judy que era envolvido com a máfia. Sucesso de público e crítica, Disque Amiga Para Matar chegou a ter 30 milhões de espectadores em sua estreia em 2019, e agora chega em sua season final no dia 17. A segunda temporada teve metascore de 72 no Metacritic e 94% de aprovação da crítica no Rotten Tomatoes, sendo 86% de avaliação positiva da audiência.

Disque Amiga Para Matar é uma comédia de humor ácido focado na amizade das viúvas Jen (Christina Applegate) e Judy (Linda Cardellini) — Foto: Reprodução/JustWatch

Disque Amiga Para Matar é uma comédia de humor ácido focado na amizade das viúvas Jen (Christina Applegate) e Judy (Linda Cardellini) — Foto: Reprodução/JustWatch

4. Elite (6ª temporada, 18/11)

O cotidiano de paixão e tretas da série espanhola Elite (2018 – presente) rendeu mais uma temporada na locadora vermelha. Os alunos da escola de elite Las Encinas tentam seguir a vida depois da morte de Samuel “Samu” García Domínguez (Itzan Escamilla), mas os problemas relacionados ao sexo, drogas, morte, homofobia e violência ainda rondam os demais estudantes.

Com a transição de atores entre uma temporada e outra, a sexta conta com os reforços de Valentina Zenere (Sou Luna), Adam Nourou (À Sua Completa Disposição) e o brasileiro André Lamoglia (Eu Sou Mais Eu), introduzidos antes na 5ª season. Aclamada pelo público e crítica fora da Espanha, Elite tem nota de 7,4 no IMDb. A temporada mais recente teve aprovação de 80% entre os críticos no Rotten Tomatoes.

Em Elite, alunos da escola Las Encinas vivenciam dramas que vão desde relacionamentos até assassinatos — Foto: Divulgação/IMDb

Em Elite, alunos da escola Las Encinas vivenciam dramas que vão desde relacionamentos até assassinatos — Foto: Divulgação/IMDb

5. Wandinha (1ª temporada, 23/11)

Após décadas de adaptações audiovisuais da Família Addams, chega ao streaming mais uma produção, desta vez focada na personagem Wandinha (Wednesday, na versão original), filha do soturno casal Gomez e Mortícia Addams. Na adaptação da Netflix, a jovem é interpretada por Jenna Ortega (X – A Marca da Morte), com Luis Guzmán (O Conde de Monte Cristo) e Catherine Zeta-Jones (A Máscara do Zorro) no papel dos patriarcas Addams.

O elenco também conta com Fred Armisen (Portlandia), Gwendoline Christie (Game of Thrones), além de Christina Ricci, intérprete da Wandinha nos dois filmes dos anos 1990. Tim Burton, cineasta conhecido pela estética gótica em suas obras, dirige os quatro primeiros episódios da série, que tem como showrunners os roteiristas Alfred Gough e Miles Millar, ambos conhecidos pela criação de Smallville: As Aventuras do Superboy (2001 – 2011).

Diferente de outras produções da Família Addams, a nova série da Netflix terá foco na Wandinha, interpretada por Jenna Ortega — Foto: Reprodução/JustWatch

Diferente de outras produções da Família Addams, a nova série da Netflix terá foco na Wandinha, interpretada por Jenna Ortega — Foto: Reprodução/JustWatch

6. Sangue e Água (3ª temporada, 25/11)

As produções sul-africanas vem ganhando espaço na Netflix, a exemplo do filme Vento Selvagem (2022). O protagonismo dessa nova leva é da série Sangue & Água (2020 – presente), mais um drama adolescente da plataforma que se passa no ambiente escolar. Diferente de outras produções do gênero, o título mistura problemas juvenis com tráfico de pessoas. Em uma escola de elite da Cidade do Cabo (África do Sul), a estudante Puleng (Ama Qamata) desconfia que sua irmã raptada quando era bebê pode ser uma de suas colegas de classe.

Na terceira temporada, a busca de Puleng por respostas sobre o rapto da irmã a leva para problemas ainda maiores e que a colocam em risco. Premiada como Melhor Drama Televisivo pelo South African Film and Television Awards em 2021, Sangue e Água obteve popularidade internacional, além de ótima receptividade pela imprensa. A série tem nota de 6,6 no IMDb e 80% de aprovação no Rotten Tomatoes, com porcentagem de 81% entre a audiência.

A produção sul-africana da Netflix foca em um grupo de adolescentes de uma escola de elite onde estuda Puleng (Ama Qamata), aluna que teve uma irmã sequestrada pelo tráfico — Foto: Reprodução/JustWatch

A produção sul-africana da Netflix foca em um grupo de adolescentes de uma escola de elite onde estuda Puleng (Ama Qamata), aluna que teve uma irmã sequestrada pelo tráfico — Foto: Reprodução/JustWatch

7. Recruta (1ª temporada, 16/12)

O ator Noah Centineo, conhecido por estrelar o romance adolescente Para Todos os Garotos que Já Amei (2018), está de volta à Netflix em uma nova série de ação e espionagem. Em Recruta, o ator é Owen Hendricks, um advogado em início de carreira que trabalha na CIA. Porém, ao chegar na agência, se envolve em tramas internacionais depois que uma ex-agente resolve expor a CIA com uma carta ameaçadora.

Além de protagonista, Noah também é produtor executivo do show, que tem como criador Alexi Hawley (The Rookie). Fazem parte do elenco Aarti Mann (a Prya de The Big Bang Theory), Vondie Curtis-Hall (Demolidor), Laura Haddock (Guardiões da Galáxia) e Fivel Stewart (Atypical). A primeira temporada tem oito episódios confirmados, e até o momento não foi divulgado trailer ou teaser de Recruta.

Para conseguir manter seu emprego na CIA, o advogado Owen Hendricks (Noah Centineo) se envolve em uma teia de conspiração e espionagem — Foto: Divulgação/Netflix

Para conseguir manter seu emprego na CIA, o advogado Owen Hendricks (Noah Centineo) se envolve em uma teia de conspiração e espionagem — Foto: Divulgação/Netflix

8. Emily em Paris (3ª temporada, 21/12)

A americana Emily Cooper (Lily Collins) está de volta em suas desventuras francesas, para alegria dos fãs da comédia romântica Emily em Paris (2020 – presente). Depois de duas temporadas de amores, moda, problemas no trabalho, choques culturais e estereótipos sobre os parisienses (o que rendeu críticas negativas na França), Emily ainda tem importantes decisões a tomar na capital da moda, tipo decidir se volta ou não para a terra natal ou se resolve cortar sua franja de cabelo.

Além de Lily Collins, a 3ª temporada conta com Ashley Park (Nightcap), Lucas Bravo (Ingresso para o Paraíso), Philippine Leroy-Beaulieu (Lola e seus Irmãos) e Lucien Laviscount (Snatch: Um Novo Golpe). Entre a crítica, a criação de Darren Star (Sex and the City) tem nota de 6,9 no IMDb; já a segunda temporada tem metascore de 64 no Metacritic e aprovação de 67% no Rotten Tomatoes.

Série que mostra as desventuras de uma americana trabalhando na França gerou polêmica no país europeu por reforçar estereótipos de parisienses — Foto: Reprodução/IMDb

Série que mostra as desventuras de uma americana trabalhando na França gerou polêmica no país europeu por reforçar estereótipos de parisienses — Foto: Reprodução/IMDb

9. Alice in Borderland (2ª temporada, 22/12)

A série japonesa de ficção científica Alice in Borderland (2020 – presente) mostra que nem sempre é de animes e OVAs (Original Video Animation) que vivem as adaptações de mangás populares. A série, baseada na obra do mangaká Haro Aso, é dirigida por Shinsuke Sato, responsável por outras adaptações live action dos mangás Gantz (2011), Bleach (2018) e Kingdom (2019). No enredo, os jovens Ryōhei Arisu (Kento Yamazaki) e Yuzuha Usagi (Tao Tsuchiya) vão parar numa Tóquio alternativa, onde um jogo de sobrevivência é realizado e eles competem para viver.

No teaser da nova temporada, novos personagens e desafios complementam o jogo mortal. Alice in Borderland recebeu críticas positivas da imprensa, que comparou a série com o filme Battle Royale (2000), outra distopia com competições mortais. A série tem nota de 7,6 no IMDb e 75% de aprovação no Rotten Tomatoes, sendo aclamada por 91% da audiência do site.

A série japonesa mostra dois amigos que vão parar em uma Tokyo alternativa onde eles devem sobreviver a jogos mortais — Foto: Reprodução/JustWatch

A série japonesa mostra dois amigos que vão parar em uma Tokyo alternativa onde eles devem sobreviver a jogos mortais — Foto: Reprodução/JustWatch

10. The Witcher: A Origem (1ª temporada, 25/12)

A franquia The Witcher continua a render spin-offs. Depois do filme animado The Witcher: Lenda do Lobo, chega a vez da minissérie The Witcher: A Origem. O derivado tem quatro capítulos e se passa há 1.200 anos antes das aventuras de Geralt de Rivia (Henry Cavill) e explica o surgimento dos bruxos, categoria da qual Geralt faz parte. No elenco, estão Michelle Yeoh (Tudo Em Todo Lugar Ao Mesmo Tempo), Laurence O’Fuarain (No Limite) e Sophia Brown (Clique).

No trailer da série, os guerreiros Éile (Brown) e Fjall (O’Fuarain), e a elfa Scian (Yeoh), unem forças em um período pré-colonizado pelos elfos. A série é criação dos roteiristas Declan de Barra (Punho de Ferro) e Lauren Schmidt Hissrich (The Umbrella Academy), baseado na franquia literária do escritor polonês Andrzej Sapkowski. Vale lembrar que a terceira temporada de The Witcher é marcada pela saída de Henry Cavill. O bruxo Geralt será interpretado por Liam Hemsworth, conhecido pela saga Jogos Vorazes.

Spin-off de The Witcher se passa 1.200 anos antes das aventuras do bruxo Geralt de Rivia — Foto: Divulgação/IMDb

Spin-off de The Witcher se passa 1.200 anos antes das aventuras do bruxo Geralt de Rivia — Foto: Divulgação/IMDb

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *