moda Mundo Mundo cinematográfico Mundo pop

Saúde Mental no mundo da moda é tema de roda de conversa em concurso de beleza

Marcando a abertura da 3ª Edição do Miss Estação Cultural Pará, concurso idealizado pelo estilista Herculano Silva, que nesse ano teve o apoio da Clínica Médica Voo de Liberdade, uma roda de conversa trouxe um tema muito importante a ser discutido na atualidade: “Saúde Mental no mundo da moda”. O evento, que ocorreu no último final de semana no Teatro Gasômetro, busca valorizar a cultura e a beleza da região paraense.

De acordo com a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, o Brasil ocupa o 2º lugar no ranking de realização de procedimentos estéticos no mundo, ficando atrás somente dos EUA. O que evidencia a preocupação que a população tem em buscar um padrão de beleza e se encaixar nele, o que influencia a auto-estima, e consequentemente, a saúde mental de milhares de pessoas.

A roda de conversa teve a participação da diretora da clínica médica Voo de Liberdade, Mônica Azevedo e dos recuperandos químicos Marcelo Albuquerque e João Pedro, além da codependente Jesus Albuquerque, mãe de Marcelo. Para Mônica, poder utilizar cada espaço para falar de saúde mental é essencial para difundir o tema na sociedade. “A área da moda, de forma geral, traz grandes adoecimentos como bulimia, anorexia, dependência de anfetamina, além de muitos outros problemas mentais. Abordar esse assunto em um concurso de beleza trás essa reflexão sobre como esses malefícios podem afetar a vida das pessoas”.

Herculano Silva conta que seu trabalho fez com que ele pudesse observar o comportamento das misses e das pessoas que conviviam em torno delas e, dessa forma, perceber como elas adoecem psicologicamente. “Há muitas cobranças, que na maioria das vezes, são feitas de forma violenta. Não há uma segurança emocional. Por isso tive a oportunidade de trazer, pela primeira vez, um assunto tão importante para ser discutido. Não há beleza, tudo se acaba se não tivermos saúde mental. É preciso cuidar disso agora e evitar problemas mais graves. Cuidar do ser humano deve ser prioridade”.

A Clínica Médica Voo de Liberdade oferece tratamento especializado voltado para dependência química e outras doenças psiquiátricas tanto para o público infanto-juvenil, quanto para o adulto. Hoje a clínica disponibiliza três unidades de atendimento: Unidade de Ressocialização e Ambulatorial Voo de Liberdade (Avenida José Bonifácio, 307, entre Domingos Marreiros e Antônio Baena, no bairro de Fátima), Unidade de Internação – Dependência Química Voo de Liberdade (Rua Ó de Almeida, 545, entre Presidente Vargas e Frei Gil, Campina) e Hospital Psiquiátrico de Urgência Infanto-Juvenil e Adulto (Travessa Presidente Pernambuco, 378 e 388, Batista Campos). Além de contar com uma equipe multidisciplinar formada por psiquiatras, psicólogos, terapeutas ocupacionais, farmacêuticos, enfermeiros e nutricionistas

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *